Juiz de Fora-MG  -  terça, 17 de outubro de 2017  

Museu de Etnologia Indígena e História Natural da Academia




Tiranossauro em exposição no Museu de História Natural.Tiranossauro em exposição no Museu de História Natural.

 

Museu de História Natural

No espaço de exposição do Museu de História Natural, hoje com 1300 peças, constam de 18 vitrines dispostas de acordo com a Teoria da Evolução dos Seres Vivos (da pedra ao homem) e um espaço com animais vertebrados taxidermizados (empalhados).

A coleção é formada por exemplares de fósseis, minerais, rochas, animais secos, em via úmida ou taxidermizados, ossos e réplicas de peças raras todas colecionadas através do trabalho de leigos e religiosos da Congregação do Verbo Divino durante décadas.

Em julho de 2014 recebeu através de permuta com a PUC-Minas, em Belo Horizonte, uma cópia completa do crânio de um mastodonte. 

Museu de Etnologia Indígena

O Museu de Etnologia Indígena, com 400 peças indígenas em exposição e 3.600 em reserva técnica, possui também em seu acervo peças oriundas de outras etnias (asiática, africana, etc.), todas originais, estando organizada a exposição por categorias que obedecem um plano de classificação de acordo com sua finalidade: Cerâmica, Trançados, Cordões e Tecidos, Adornos Plumários, Adornos de Materiais Ecléticos, Indumentária e Toucador, Instrumentos Musicais e de Sinalização, Objetos Rituais, Mágicos e Lúdicos,  Armas, Complemento de Trabalho, Combate e Defesa, Utensílios e Implementos de Madeira, Organização Social e Política, Linguagem e Aculturados, Religião, Fragmentos e Achados de Sítios Arqueológicos, Artes Visuais e Plásticas e Habitação.

Projetados para a função museal os dois salões de exposição com 400 m² cada são totalmente climatizados, concedendo aos visitantes muito conforto, beleza e aconchego.  Um painel decorativo no Museu do Índio reproduzindo o quadro da primeira missa no Brasil, de Victor Meirelles, e dois painéis no Museu de História Natural relativos a dinossauros dos períodos Jurássico e Cretáceo, decoram o interior. Além dos salões de acesso do público em visitas, o espaço ainda apresenta secretaria, laboratório e reserva técnica de etnologia indígena. A reserva técnica e laboratório de História Natural, com aproximadamente 30 mil peças, está em salão à parte.

Aberto à comunidade para visitação permanente, os projetos pedagógicos também se estendem a outras instituições da cidade e região e a turistas.

Horários de visitação:
De Segunda a Sexta-feira, de 12h às 18h.

Localização:
Rua Halfeld, 1179 - Centro - CEP 36016-000 - Juiz de Fora - MG

Informações:
Telefone: (32)2102-7761

 


voltar
Compartilhe: