Juiz de Fora-MG  -  quinta, 14 de dezembro de 2017  

Usina de Marmelos Zero




Prédio onde funcionou a Usina de Marmelos.Prédio onde funcionou a Usina de Marmelos.

Primeira Usina hidrelétrica da América do Sul inaugurada em 1889, foi construída por iniciativa de Bernardo Mascarenhas que desejava utilizar energia hidrelétrica em sua fábrica (Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas) e na iluminação da cidade. Em 22 de agosto de 1889, foi realizada a primeira experiência com a eletricidade e, no dia 5 de setembro de 1889 ocorreu sua inauguração oficial.

Edificação singela está implantada em nível abaixo da Estrada União e Industria. Suas paredes foram edificadas com alvenaria de tijolos maciços aparentes, sobre embasamento de pedra, sendo vazadas por vãos com vergas em arcos abatidos em sequência ritmada. A cobertura de duas águas é recoberta por telhas francesas e tem os beirais ornamentados por lambrequim. Uma pequena torre de seção quadrada e telhado de quatro águas marca a construção.

No local funciona atualmente o Museu Usina de Marmelos Zero que possui em seu acervo a mesa particular de Bernardo Mascarenhas, livros de ata e contabilidade dos primeiros acionistas da CME, contas de luz, rascunho da planta da Usina, máquina de escrever e de calcular, teodolito, tripés de madeira, painel de controle de energia e uma réplica de um gerador utilizado na época cuja fabricação era da Westinghouse além de várias fotografias que mostram a construção da Usina, assim como fotos de Bernardo e sua família e painéis com pequenos textos informativos. Os bens e o acervo são cuidados pela Universidade Federal de Juiz de Fora através de convênio assinado entre esta instituição e a CEMIG, que incorporou a Usina em 1980.

O Conjunto Arquitetônico e Paisagístico, bem como o Acervo do Espaço Cultural da Usina de Marmelos Zero são tombados pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Localização: Estrada União Indústria Km 182 - Retiro.

Visitação: Atualmente está fechado. Espaço foi reformado e aguarda convênio para reabertura.

 

 

Acesse a Galeria de imagens da Usina de Marmelos Zero:

 


voltar
Compartilhe: